Vitória de Marrocos no coração de Paris:
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Geraldo C

Fevereiro 25, 2023

Fevereiro 25, 2023

O Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI), reunido esta sexta-feira 24.02.2023, no âmbito da sua Assembleia Geral, decidiu por unanimidade retirar Marrocos da zona cinzenta.

Nesta nota, na posse de TV BANTABA,  Esta nova vitória do Reino responde de forma inequívoca aos que estão activos no Parlamento Europeu contra Marrocos e os seus interesses, bem como a todos aqueles que se recusam a aceitar que Marrocos avança com um passo firme e determinado na sua marcha irreversível rumo ao progresso, à transparência e à boa governação, o que o distingue num bairro enredado num arcaísmo de outro tempo.

Esta nova decisão do “GAFI”” confirma a liderança regional e continental de Marrocos na área da boa governação financeira e posiciona o Reino como um modelo nesta área.

A consagração do Reino por uma autoridade financeira internacional de referência, vem como uma resposta mordaz aos detractores dentro do P-E, aqueles que tentam, sem sucesso, rotular Marrocos como um Estado vilão.

A saída de Marrocos da chamada lista cinzenta, ao mesmo tempo que a África do Sul, apoiante da entidade terrorista e separatista da Polisario, é significativa em mais do que um aspecto e coroa os esforços e acções proactivas do Reino em aplicação das Altas Directivas Reais.

Segundo a mesma nota, mais uma vez, uma autoridade internacional de referência consagra Marrocos na sua visão estratégica, serena e voluntarista de adoptar os mais altos padrões na luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo.

A consagração de Marrocos pelo GAFI no coração de Paris é, ironicamente, uma riposta eloquente para aqueles entre os meios de comunicação social franceses que fizeram de Marrocos uma linha editorial de conduta, ao serviço de desenhos ocultos de outra época.

Esta decisão do GAFI irá assim, reforçar a imagem e a posição do Reino nas negociações com as instituições financeiras internacionais, bem como a confiança dos investidores estrangeiros na economia nacional.

“Confira a declaração”

O grupo de Acção Financeira decide retirar Marrocos da lista cinzenta.

Rabat, 24/02/2023 (MAP) – O Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI) decidiu, por unanimidade dos seus membros, a saída de Marrocos da lista cinzenta, durante a Assembleia Geral do GAFI, realizada em Paris, de “20 a 24 de Fevereiro de 2023”, o Departamento do Chefe do Governo anunciou sexta-feira.

O Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI) decidiu, por unanimidade dos seus membros, a saída do Reino de Marrocos do processo de supervisão reforçada, conhecida como “lista cinzenta”, após ter avaliado a conformidade do sistema nacional com as normas internacionais relativas à luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, e isto, desde a adopção pelo GAFI, em Fevereiro de 2021, do plano de acção específico para o Reino de Marrocos. Esta decisão foi tomada durante a Assembleia Geral do GAFI, realizada em Paris, França, de 20 a 24 de Fevereiro de 2023″, declarou o Departamento numa declaração.

Esta decisão do GAFI surge na sequência das conclusões positivas contidas no relatório dos peritos do grupo, sancionando a visita de campo realizada no nosso país de 16 a 18 de Janeiro de 2023, as mesmas notas de fonte.

“Este relatório, em virtude do qual Marrocos foi retirado da lista cinzenta, saudou o compromisso político formal do Reino para com a conformidade do mecanismo nacional de combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo com as normas internacionais, bem como o pleno cumprimento pelo nosso país de todos os seus compromissos dentro dos prazos estabelecidos”, diz a declaração.

A decisão de retirar Marrocos do processo de controlo reforçado, conhecido como a “lista cinzenta”, é o culminar dos esforços e acções proactivas do Reino de Marrocos, em aplicação das Directivas Reais Altas, que se concentraram num conjunto de medidas legislativas, organizacionais, de sensibilização e de controlo, implementadas pelas várias autoridades e instituições nacionais envolvidas, sob a coordenação da Autoridade Nacional de Informação Financeira, em parceria com entidades jurídicas sujeitas ao direito público ou privado.

Acrescentou que a retirada de Marrocos da lista cinzenta “terá um impacto positivo nas notações soberanas e nos ratings dos bancos locais”, tal como “reforçará a imagem de Marrocos e o seu posicionamento durante as negociações com as instituições financeiras internacionais, bem como a confiança dos investidores estrangeiros na economia nacional”.

A fim de consolidar os ganhos obtidos nos últimos anos, o Reino de Marrocos reitera o seu forte empenho em continuar a reforçar o mecanismo nacional de luta contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, de acordo com a evolução das normas internacionais nesta área, e salienta que este compromisso é agora de natureza estratégica e institucional destinado a preservar o sistema financeiro nacional contra os perigos da criminalidade financeira, conclui a declaração.

//RTB

Artigos relacionados

JOVENS DA GUINÉ -BISSAU QUE DESAPARECERAM DE ESTÁGIO JÁ APARECERAM Os rapazes estavam em Portugal por conta da participação no Torneio Luso Cup e...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE