Sociedade Civil denuncia “crime ambiental” na Lagoa de N´Batonha.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Geraldo C

Janeiro 2, 2023

Janeiro 2, 2023

O Espaço da Concertação das Organizações da Sociedade Civil da Guiné-Bissau tornaram pública hoje (02.1) “ uma carta aberta “ endereçado ao Presidente da Câmara Municipal de Bissau, onde duninciou “atos nocivos” a ser preparado no “Parque Europa – Lagoa de N´Batonha” em Bissau.

Na missiva a posse de E-Global, organizações do Espaço de Concertação fala de ausência da Política educativa e boa conservação do Parque N’Btonha.

“Em vez de sinais positivos de melhoria da gestão do Parque, nesta época festiva, em que a frequentação do Parque aumenta, sobretudo por parte das crianças e familiares, eis que somos presenteados com sinais de destruição do Parque, alegadamente para construção de uma mesquita e de uma escola, com “apoio” da Turquia”.

A confirmar-se a informação, o Espaço de Concertação das Organizações da Sociedade civil considera “ um crime ambiental inqualificável e de um total descaso social”, lembrando de que “a Guiné-Bissau se encontra no topo dos países mais vulneráveis do ponto de vista ambiental e a ausência quase total de espaços de lazer e de aprendizagem sobre o ambiente na cidade de Bissau e no país em geral”.

À Câmara Municipal de Bissau e o Governo, a Sociedade Civil exige “a suspensão imediata da movimentação de veículos pesados e transporte de inertes para o Parque de N´Batonha e a apresentação pública de explicações devidas à população sobre a mesma”.

Às organização da sociedade civil, em especial as organizações de defesa e preservação ambiental, o Espaço desafia “a mobilizarem-se para a proteção e salvaguarda do Parque Europa Lagoa de N´Batonha”.

O Parque da Lagoa de N´Batonha, localizado no centro da cidade de Bissau, é reconhecido como elemento central da ecologia urbana de Bissau, constituindo um importante local de alimentação, reprodução e descanso para as aves residentes e migradoras, oriundas dos países da Europa. Dados do Instituto da Biodiversidade e Áreas Protegidas da Guiné-Bissau ( (IBAP) apontam para “mais de cento e vinte cinco (125) espécies de aves” a utilizarem a lagoa de N´Batonha durante todo o ano.

O local abriga também um conjunto de espécies da fauna e da flora, incluindo répteis, anfíbios, mamíferos, entre outros, representativas dos ecossistemas terrestres e aquáticos da Guiné-Bissau.

O Parque Europa – Lagoa de N´Batonha é frequentado essencialmente por jovens e crianças, tanto como local de lazer, de exercício físico, como de espaço de aprendizagem. De notar que o Parque é gratuito e de livre acesso a todos, sendo utilizado diariamente por centenas de pessoas.

É constituído por um conjunto de equipamentos designadamente uma zona ecológica e de observação da biodiversidade que inclui uma lagoa de água doce e vegetação aquática e terrestre a ela associada, bem como um circuito de interpretação das zonas húmidas, assim como uma zona de lazer que inclui uma área para serviços, incluindo uma cafetaria/restaurante com esplanada, uma área de recreio com parque infantil, parque de manutenção física com aparelhos e uma pista de corrida, e áreas com estruturas de apoio (casas de banho públicas, bebedouros, bancos, iluminação, caixotes de lixo).

RTB

Artigos relacionados

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos, país anfitrião privilegiado do futebol africano, prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024, de 11 a 21 de abril. Esta nova competição continental promete ser uma nova coroação para o Reino, que continua a confirmar a sua liderança no domínio desportivo e o...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE