PGR Bacari Biai é acusado de “ ações de intimidação” Marcelino Ntupé
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Setembro 16, 2022

Setembro 16, 2022

O atual Procurador Geral da República está envolvido num conflitos de posse da terra com os populares de Gambiel, arredores de Bambadinca na região de Bafatá.

O advogado dos populares de Gambiel Marcelino Ntupé revelou esta sexta-feira (16.09) na Conferência de Imprensa revelou que a situação poderá causar perda da vida humana, caso os elementos da Guarda Nacional permaneça no local do conflito.

“Em primeiro lugar, em nenhuma circunstância o processo chegou de ser decidido no Tribunal; segundo, mesmo que tivesse sido decidido porquê que não se notificou outra parte da sentença da decisão. E terceiro, mesmo que outra parte tivesse sido notificada, não compete ao Bacari Biai, em nenhuma circunstância na nossa lei executar a sentença”, disse o advogado.

O advogado desafiou Bacari Biai a apresentar a sentença que lhe declara como proprietário do espaço em conflito.

“Não podemos permitir ao Bacari Biai dizer que os manjacos devem voltar as suas tabancas porque Gambiel pertence aos mandingas”, sustentou que “a execução da sentença é da exclusiva competência do juiz mediante um outro processo chamado executivo”.

Marcelino Ntupé reprovou a insinuação étnica.

Não podemos permitir ao Bacari Biai dizer que os manjacos devem voltar as suas tabancas porque Gambiel pertence aos mandingas”, desafiou o advogado que ainda acusou Bacari Biai de mandar “sequestrar” ou deter cinco pessoas, alegando que estes indivíduos removeram os sinais por ele colocados no terreno.

Belmiro Bamba falou naa conferência de imprensa em representação da comunidade de Gambiel, onde denunciou a “intimidação “ pela Guarda Nacional, revelou que o espaço em disputa teria sido povoado pelos seus avós e que nunca os pais de Bacari Biai reivindicaram o espaço, pelo que não compreendem as exigências de Bacari Biai de obrigá-los a abandonar a tabanca que os viu nascer há quase 70 anos.

RTB
Fonte: ANG

Artigos relacionados

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Reunidos em cimeira extraordinária esta quinta-feira, 22 de setembro de 2022, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, os Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), decidiram impor sanções adicionais...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE