“O Governo mata a população lentamente”. Populares de sul do país.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Setembro 8, 2022

Setembro 8, 2022

O despacho de revogação de colocação de Técnicos de Saúde Novos Ingressos cria impactosnegativos na vida da população guineense.

Na região de Quinara, Sul do país nos principais Centros de Saúde todos os serviços estão afetados com o abandono dos técnicos visados pelo despacho número 045 do Gabinete de Ministro da Saúde Pública, que revogou a colocação e suspende as admissões de novos ingressos.

À Rádio TV Bantaba, os populares manifestaram a estranheza com a medida e responsabilizaram o chefe de estado pelas consequências.

“ Foi o presidente que nomeou governo fora da dinâmica parlamentar e que não tem qualquer compromisso como o povo e que mata a população lentamente. No entanto, ele há de assumir as consequências das mortes e falta de assistência médica dos cidadãos, mulheres grávidas e crianças em especial”. Disse um doente sem atendimento em Buba.

Em Buba, Empada, Fulacunda e Tite os impactos são visiveis, todos os serviços nos centros de Saúde encontram parcialmente paralisados, revelou um técnico de Saúde vítima da medida.

“ Nós fomos convidados a abandonar os serviços, desde que não temos vínculo com governo. Assunto é extremamente preocupante, somos vítimas da injustiça, sim. Mas a população é a maior vítima. Por isso, o Governo e o presidente da República devem corrigir urgentemente “. Disse.

Na segunda-feira o Primeiro Ministro guineense Nuno Nabiam emitiu o despacho sobre o mesmo assunto, no qual se lê:

” Havendo necessidade de prosseguir com a redução do defice so saldo primário para o final do ano em curso, em conformidade com o acordado firmado com FMI é necessário, continuar controlo das despensas com impacto na massa salarial, nomeadamente, suspensão de novas admissões, contratações, reclamações, equiparações, promoções, movimentações de pessoal diplomático, mudanças de categoria e todas as cabimentações de verbas”.

RTB

Artigos relacionados

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Reunidos em cimeira extraordinária esta quinta-feira, 22 de setembro de 2022, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, os Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), decidiram impor sanções adicionais...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE