Missão portuguesa em Bissau para promoção das potencialidades turísticas do Arquipélago de Bijagõs
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 29, 2022

Abril 29, 2022

Uma missão portuguesa constituída de diferentes instituições, atrizes de telenovelas e revistas promotoras de turismo encontram-se no país para ajudar na divulgação das potencialidades turisticas do arquipélago de Bijagós.

Após um encontro mantido esta sexta-feira com a missão portuguesa, o ministro do Turísmo e Artesanato, Fernando Vaz disse que a Guiné-Bissau vai ganhar muito com a vinda dessa missão.

“Como uma das actrizes afirmou, a Guiné-Bissau, depois de 500 anos da colonização portuguesa, é quase desconhecida, ou seja, a maioria das pessoas não sabem que existe um arquipélago de Bijagós com praias fabulosas”, sublinhou o governante.

Fernando Vaz frisou que o país só tem a ganhar com a divulgação das suas potencialidades turísticas, feitas por actrizes de renome em Portugal e não só.

“Será uma promoção ímpar que vamos ter dos nossos destinos turísticos dos Bijagós e por isso espero que rapidamente sejamos um país de destino turístico, à semelhança daquilo que é Cabo Verde hoje”, salientou.

Fernando Vaz sublinhou que a Guiné-Bissau tem enorme potencialidade turística, e afirma que em quase tudo é ainda virgem para se aproveitar, acrescentando que é isso que vai ser divulgado e mostrado aos portugueses.

Caetano Pestana, representante da companhia aérea EuroAtlantic e um dos integrantes da missão, afirmou que viajam para a Guiné-Bissau, há vários anos, quando a TAP deixou de voar para Bissau.

Disse que, na altura se aperceberam das dificuldades que os doentes da Guiné-Bissau enfrentavam para chegar à Lisboa.

“Nós entendemos que, primeiro, era necessário ligar Bissau ao Mundo, depois conhecer os Bijagós Foi criado um Fam-Trip de operadores turístico há alguns anos atrás, graças ao dinamismo do actual ministro do Turismo Fernando Vaz”, disse.

Caetano Pestana sublinhou que nenhum operador turístico português queria vir para a Guiné-Bissau, porque as notícias do país que chegavam à Lisboa eram de insegurança e de outras coisas desagradáveis e nunca do lado bonito do país.

Disse que vão continuar a trabalhar para inverter a situação e mostrar o lado positivo da Guiné-Bissau.

//RTB- ANG

@TIDJANE CANDE

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.