Mali abandona o francês como língua oficial
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Julho 25, 2023

Julho 25, 2023

A nova constituição de Bamako substitui a língua dos seus antigos colonizadores por outras faladas localmente.
Mali removeu o francês como sua língua oficial, uma decisão que surge mais de seis décadas após Bamako ter conquistado a independência. A decisão está contida na nova constituição do país da África Ocidental, adotada no sábado.

Na sexta-feira, o tribunal constitucional de Bamako validou os resultados finais de um referendo em junho sobre um projeto de constituição, afirmando que recebeu a aprovação de 96,91% dos eleitores.

O francês servirá como a principal língua de trabalho, enquanto as 13 línguas nacionais faladas no país serão formalmente reconhecidas como línguas oficiais. Outras 70 línguas locais, incluindo Bambara, Bobo, Dogon e Minianka, algumas das quais receberam o status de língua nacional por meio de um decreto em 1982, serão mantidas.

O Mali tem sido governado por uma junta militar desde dois golpes em agosto de 2020 e maio de 2021, após uma década de instabilidade política marcada por insurgências jihadistas.

A junta insistiu que uma nova constituição é essencial para a reconstrução do país, prometendo retornar ao governo civil com eleições em fevereiro de 2024, após um plano anterior ter falhado.

O presidente interino Assimi Goita anunciou no sábado que a implementação do quadro constitucional sinaliza o início da Quarta República na antiga colônia francesa.
As relações entre Paris e Bamako têm deteriorado nos últimos anos, à medida que o sentimento anti-francês tem crescido nas antigas colônias da África Ocidental da França como resultado de alegações de falhas militares contra jihadistas e interferências políticas.

A França retirou suas últimas tropas do Mali em agosto, encerrando uma operação militar de nove anos no país para combater grupos armados.

No final do ano passado, o governo militar ordenou que todas as ONGs, incluindo grupos de ajuda financiados pela França, cessassem operações no país. A ação foi tomada em reação à decisão de Paris de suspender a ajuda ao desenvolvimento para Bamako devido a supostas preocupações sobre a cooperação do Mali com a companhia militar privada russa Wagner.

RTB/RT

Artigos relacionados

Armando Lona detido pela polícia.


Armando Lona detido pela polícia.

O  Coordenador da Frente Popular, Armando Lona, está detido pelas forças de ordem, na sequência da manifestação pacífica deste sábado, 18, em Bissau. Também, para além da Presidente da Associação Juvenil para Promoção e Defesa dos direitos humanos, a CFM soube da...

Gibril Bodjam detido em Gabú

Gibril Bodjam detido em Gabú

Ativista Social Gibril Bodjam detido esta manhã pela Policia de Ordem Pública de Gabú durante conferência de  imprensa na sequência da marcha...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE