Jonas Mendes está fora dos convocados do Baciro Cande
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Mamasamba Balde

Maio 19, 2022

Maio 19, 2022

O capitão da seleção nacional de futebol da Guiné-Bissau, o guarda-redes Jonas Mendes, ficou de fora da lista dos convocados do selecionador, Baciro Candé, para a dupla jornada do arranque da fase de qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN’2023), a realizar-se na Costa de Marfim.

Além do capitão dos “Djurtus”, registou-se também saídas de vários jogadores que estiveram no CAN’2021, nomeadamente Pelé, Mauro Teixeira, Joseph Mendes, Panutchi Camará, Steve Ambri, Frederic Mendy, Aurísio Saliu Júnior, Mimito Biai, Leonel Ucha Alves e Fernand Mendy.

Na lista divulgada esta quarta-feira, 18 de maio de 2022, na sede da Federação de Futebol da Guiné-Bissau (FFGB) no alto Bandim em Bissau, regressam ao plantel o médio Zidane Banjaqui e o guarda-redes Fernando Embadje.

Para além dos dois regressos, alguns jogadores vão ter oportunidade de estrear, nomeadamente Madi Queita, Adon Gomes, Sana Gomes, Zinho Gano, Dálcio Gomes, Mamadi Camará e José Embaló

Em conferência de imprensa para o anúncio da lista dos convocados para os dois jogos frente às seleções das Ilhas Maurícias e Serra Leoa, Candé revelou que Jonas Mendes ficou de fora simplesmente por opção técnica.

“Cabe ao selecionador e equipa técnica convocar os jogadores que acharem aptos e que são importantes para estes dois jogos. As três novas entradas apresentam melhores condições neste momento”, disse.

Inserida no grupo A, onde vai defrontar as Ilhas Maurícias, a Serra Leoa e a Nigéria por um lugar no próximo CAN/2023, a Guiné-Bissau vai tentar novamente garantir um lugar na competição, embora não tenha apurado para as fases seguintes nas três últimas participações no CAN.

Neste sentido, Candé disse que nesta fase de qualificação não existe um grupo acessível, incluindo o grupo A onde a Guiné-Bissau está inserida.

“Não há nenhum grupo acessível. Falando de Serra Leoa, todos vimos o desempenho que teve no último CAN. A Nigéria é um dos gigantes do continente, mas a Guiné-Bissau também tem feito o seu percurso normal e vamos tentar fazê-lo novamente”.

“Mister Candé” afirmou que a ambição e o objetivo do seu grupo de trabalho é garantir pela quarta vez consecutiva um lugar na fase final do CAN a realizar-se na Costa de Marfim.

Nas três últimas fases de qualificação para o CAN, o Estádio Nacional 24 de Setembro tem sido o recinto em que a seleção obteve importantes pontos que lhes permitiram garantir o apuramento. Uma vez interditado pela Confederação Africana de Futebol (CAF), a Guiné-Bissau terá que disputar os seus três jogos em Marrocos.

Questionado pelo Jornal O Democrata sobre este fato, Candé lamentou que a situação não tenha sido resolvida até agora, porque “se os três jogos fossem realizados em Bissau, a seleção conseguiria obter 9 pontos em casa”.

A lista completa dos convocados:

– Guarda-redes: Manuel Baldé (Vizela, Port) Maurice Gomis (Ayia Napa, Chip) e Fernando Embadje(Damaense, Port);

– Defesas: Fali Candé (Metz, Fran), Adon Gomis (USL Dunkerque, Fran), Sana Gomes (Hoah, Armen), Sori Mané (Moreirense, Port), Nanú (FC Dallas, EUA), Opa Sangrante (Chateauroux, Fran), Jefferson Encada (Pharco, Egito) e Bura (Farense, Port);

– Médios: Alfa Semedo (V. Guimarães, Port) Morreto Cassama(Stade Reims, Fran), Mamadi Camará(Reading, Inglat), Jorginho Intima (Wilsa Plock) e Zidane Banjaqui(Casa Pia, Port);

-Avançados: Mama Baldé(Troyes, Fran), Madi Queita, Farense, Port), Dálcio Gomes(Ionikos, Grec), José Embaló(Alashkert FC, Armen), Zinho Gano(Waregem, Bélgica) e Piquete Djassi(Al-Shoalah, Arab.Saud).

Quarenta e oito países, divididos em 12 grupos de quatro, participam da fase de grupos de apuramento para o CAN 2023. Os dois primeiros países de cada grupo vão estar presentes na fase final do CAN.

O país anfitrião, a Costa do Marfim, está no Grupo H, o que significa que para além dos marfinenses, apenas mais uma seleção pode passar para a fase seguinte.

De notar que de 1 a 14 de junho serão disputadas as duas primeiras jornadas, enquanto as terceira e quarta jogar-se-ão de 19 a 27 de setembro de 2022. A quinta e a sexta jornada decorrem de 20 a 28 de março de 2023.

//RTB-DEMOCRATA

@TIDJANE CANDE

Artigos relacionados

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

O Presidente da Assembleia Nacional Popular(ANP) Cipriano Cassamá,  almeja  “consenso “ entre partidos políticos, admitindo que o Parlamento guineense assumirá a sua responsabilidade para “desbloquear o país”. Em Declaração à imprensa esta quinta-feira (08.12) à saída...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE