Homem que queimou a sua esposa foi condenado a 20 anos de prisão efetiva
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Junho 2, 2022

Junho 2, 2022

O Tribunal Regional de Bafatá condenou a 20 anos de prisão efetiva o homem que queimou viva a sua esposa e ordenou o agressor a pagar 3,5 milhões de francos cfa à família da vítima. O crime aconteceu na tabanca de Sare Pate, região de Bafatá, no passado dia 28 de Março.

O aconteceu, segundo informações depois de uma discussão de casal onde o marido acusou a esposa de ser a responsável pela filha não ter preparado a comida, isto depois dos dois terem estado o dia todo num trabalho de campo. De seguida, o marido pegou num litro de gasolina ateou à esposa deitada e acendeu o isqueiro.

A vítima, que acabou por morrer dias depois do ocorrido, teve a queimadura do segundo grau e precisava de tratamento especializado no estrangeiro.

O julgamento do caso começou no passado dia 27 de Maio e a leitura da sentença aconteceu, hoje, onde o tribunal ordenou o criminoso a pagar uma multa de 3,5 milhões de francos cfa à família da vítima.

Segundo a Rádio Sol Mansi (RSM) disse que a pena de prisão poderia ser superior mas foi reduzida porque a justiça disse que o criminoso colaborou na investigação do fato. A nossa fonte contou-nos ainda que o delegado do Ministério público do Tribunal regional de Bafatá concordou com a pena aplicada ao criminoso, Djobo Baldé.

O criminoso está detido na prisão de alta segurança do país, em Bafatá.

A vítima foi representada por um dos delegados do Ministério Público.

Na sala do julgamento estava presente o régulo da secção de Sare Pate, pertencente ao setor de Contubuel.

//RTB- RSM

@Tidjane Cande

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.