Guineenses podem comprar peixe diretamente do governo
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Mamasamba Balde

Setembro 12, 2022

Setembro 12, 2022

A medida anunciada pelo ministério das pescas da Guiné-Bissau na Conferência de imprensa. O Ministro Alfredo Malu, explicou que essa medida se deve ao facto de as vendedoras praticarem preços muito elevados.

“Constatamos que as vendedoras estão a praticar preços absurdos, tornando assim o pescado pouco acessível a maior parte da população, o peixe é revendido o dobro do preço de aquisição e é com isso que o ministro, Orlando Viegas, quer acabar”. 

O Governo guineense tem acordo com uma empresa de pesca chinesa, pelo que assim que recebeu da parte dessas mais de 7 dezenas de toneladas de peixe, ordenou para que esse fosse vendido diretamente aos populares.

Verificamos também que cada revendedora comprava mais de 15 caixas de peixe, pelo que limitamos o número a 5 caixas no máximo por dia, para permitir assim, que todos tenham oportunidade de adquirir o produto “.


Confrontado com o facto das Bideiras terem de comprar o pescado nacional no vizinho Senegal, o ministro explicou que “embora por lei todos os países que pescam na Guiné devem descarregar todo o pescado no território nacional, isso não acontece ainda por que não existem meios de conservação do mesmo em território nacional”, mas garantiu que em aproximadamente dois meses o país passara a ter condições para a conservação de até 600 toneladas de pescado.

Fonte: Lusa

Artigos relacionados

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Reunidos em cimeira extraordinária esta quinta-feira, 22 de setembro de 2022, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, os Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), decidiram impor sanções adicionais...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE