Guiné-Bissau vai ter uma fábrica de oxigénio com a produção diária de 160 botijas.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 4, 2022

Abril 4, 2022

O ministro da Saúde Pública, Dionísio Cumbá, disse que na próxima dia 10 chega ao país um conjunto de materiais para a instalação de uma fábrica de oxigénio no Hospital Nacional Simão Mendes “HNSM”.

O ministro da saúde que falava em entrevista á Rádio Sol Mansi esclarece que os materiais foram comprados em Portugal e custam 380 mil euros.

Com isso, Dionísio disse ainda o país vai colmatar as dificuldades enfrentas no país sendo que diariamente o país poderá estar à altura de produzir 106 garrafas de oxigénio.

O ministro da saúde pública explica que ainda existe projeto para a compra do aparelho de scânner e brevemente serão colocados aparelhos de Raio X que poderá ser colocado nos hospitais das regiões.

O ministro anuncia que tem um projeto para o tratamento adequado dos lixos biomédicos.

“Neste momento nós estamos a tentar negociar com o Banco Mundial para angariarmos fundos para criar condições necessárias para o tratamento dos lixos biomédicos”.frisou

//RTB – RSM

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.