Greve na Saúde: Mulheres grávidas  barricadas na sede de governo de Gabú.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Mamasamba Balde

Novembro 7, 2022

Novembro 7, 2022

A greve convocada pela Frente Social que junta os Sindicatos da Educação e saúde cria pânicos no interior da Guiné-Bissau.

Na região de  Gabú, as mulheres grávidas  estiveram esta manhã na sede do governo regional para exigir o direito à saúde.

Fátima Pinto da Silva porta-voz das mulheres em protesto, falou a imprensa local sobre a vigília.

“ Fomos ao hospital e não conseguimos consulta, por causa de greve. Neste caso, viemos junto da governadora para pedir  auxílio. Outras mulheres não poderam aguentar e voltaram às suas  proveniências porque não há atendimentos”,

explicou a porta-voz,  que considerou “grave  a greve na saúde“.

A Frente Social convocou a greve geral nos setores da Educação e saúde entre 7 a 11 de novembro de ano em curso.

Em causa, os sindicatos querem “ a revogação do despacho de Conselho de Ministros que suspendeu novas admissões nos setores da Educação e saúde  e pagamentos de dúvidas”.

Os Sindicatos da Frente Social acusaram ainda o executivo guineense de “falta de vontade “ no cumprimento de pontos constantes no caderno reivindicativo entregue ao ao governo liderado por Nuno Gomes Nabiam.

RTB

Artigos relacionados

Casa de Ntupé foi atacada “a tiros “por pessoas desconhecidas.

Casa de Ntupé foi atacada “a tiros “por pessoas desconhecidas.

A casa do advogado e analista jurídico Marcelino Intupé foi atacada a tiros esta noite (05.12) por pessoas desconhecidas, informou a Rádio Sol mansi. “Estas informações foram confirmadas por pessoas próximas à sua residência e por fontes policiais que...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE