Funcionários da CMB querem que justiça investiga dinheiro utilizado na construção do mercado central
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Junho 7, 2022

Junho 7, 2022

O presidente em exercício do sindicato de base da Camara Municipal de Bissau (CMB) insta as autoridades judiciais a investigarem o investimento feito na construção do mercado central de Bissau.

O pedido foi transmitido, na segunda-feira, durante uma conferência de imprensa que visa esclarecer a posição da organização sobre a situação atual que a instituição camarária está a deparar perante o último memorando de entendimento assinado entre as partes.

Ivo Indafa considera vergonhosa e perigosa a situação em que se encontra a instituição gestora da cidade de Bissau, revelando ainda que os funcionários não recebem os seus ordenados do mês de Maio.

Segundo RSM disse que tentou ouvir a reação do presidente desta edilidade camarária que não quis responder mas, revelou-nos que o não pagamento do salário deve-se a questão burocrática que já está a ser resolvida.

Na mesma conferência de imprensa, este sindicalista disse que os funcionários já não têm a confiança na atual direção da Câmara Municipal de Bissau.

Ivo Indafa ameaça também avançar com uma paralisação caso a situação continuasse nesta idealidade camarária e sobretudo se não houvesse o pagamento até sexta-feira.

Em relação aos coveiros do cimenteiro da Antula este sindicalista fala numa situação “difícil” que enfrentam e sem diligências da direção.

//RTB – RSM

Imagem: Rádio TV Bantaba

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.