Frente comum dos professores ameaça reter fichas de avaliação das escolas públicas
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Junho 15, 2022

Junho 15, 2022

A Frente Comum dos Sindicatos dos Professores da Guiné-Bissau (FRENAPROF) ameaça reter todas as fichas de notas dos alunos das escolas públicas, até quando forem pagos os 8 meses de salário aos professores novos ingressos.

Alfredo Biaguê falava da situação do sector de educação adiantando que o único caminho a percorrer neste momento é retenção das fixas.

“ Apelamos a todos os professores, tanto os efectivos como os novos ingressos, para reter as fichas de avaliação enquanto não houver solução às dívidas contraídas com os docentes novos ingressos”, apelou o sindicalista.

“ O próximo ano lectivo 2022-2023 terá início com greves para manifestar as indignações com a qual fechamos este ano lectivo”, ameaçou.

Para isso, avisou os directores regionais e de escolas a não tentar intimidar os professores caso contrário, terão as devidas consequências.

//RTB- RSM

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.