Flotilha da Liberdade acusa Bissau de impedir que a ajuda chegue a Gaza
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: RTB RTB

Abril 28, 2024

Abril 28, 2024

A coligação Flotilha da Liberdade, que pretende levar navios com 5.550 toneladas de ajuda humanitária a Gaza, acusou hoje as autoridades da Guiné-Bissau de retirar a bandeira a dois navios, após uma inspeção, impedindo-os de navegar.


Em comunicado, a organização disse que foi contactada, na quinta-feira à tarde, pelo Registo Internacional de Navios da Guiné-Bissau a solicitar uma inspeção ao navio líder da flotilha.
“Tratou-se de um pedido muito invulgar, uma vez que o nosso navio já tinha passado todas as inspeções exigidas. No entanto, concordámos”, lê-se na nota da coligação.


Na sexta-feira à tarde, prossegue o comunicado, “antes de a inspeção estar concluída, o Registo Internacional de Navios da Guiné-Bissau (GBISR), numa atitude manifestamente política, informou a Coligação da Flotilha da Liberdade de que tinha retirado a bandeira da Guiné-Bissau a dois dos navios da Flotilha da Liberdade”, um dos quais é o cargueiro carregado com mais de 5.000 toneladas de “ajuda vital” para os palestinianos de Gaza.


“Sem uma bandeira não podemos navegar. Mas isto não é o fim. Israel não pode e não vai esmagar a nossa determinação de romper o seu cerco ilegal e chegar ao povo de Gaza. O povo de Gaza e de toda a Palestina permanecem firmes sob as condições mais horríveis e inimagináveis. Retiramos força da sua incrível e inexplicável capacidade de manter a sua humanidade, dignidade e esperança quando o mundo não lhes deu qualquer razão para o fazer”, afirma a coligação.


A Flotilha da Liberdade acusa a GBISR de fazer “vários pedidos extraordinários de informação, incluindo a confirmação do destino dos navios, eventuais escalas adicionais, o porto de descarga da ajuda humanitária e as datas e horas previstas de chegada”.
“Trata-se, mais uma vez, de uma atitude muito invulgar por parte de uma autoridade de registo. Normalmente, as autoridades nacionais de registo preocupam-se apenas com as normas de segurança e afins dos navios que ostentam a sua bandeira, não se preocupando com o destino, a rota, os manifestos de carga ou a natureza de uma viagem específica”.


E acusa: “Infelizmente, a Guiné-Bissau permitiu-se ser cúmplice da fome deliberada de Israel, do cerco ilegal e do genocídio dos palestinianos em Gaza”.


Na sexta-feira, relatores das Nações Unidas pediram hoje a passagem em segurança da “Flotilha da Liberdade”, permitindo que atraque no enclave palestiniano.


“A ‘Flotilha da Liberdade’ tem o direito de livre passagem em águas internacionais e Israel não deve interferir com a sua liberdade de navegação, há muito reconhecida pelo Direito internacional. À medida que a ‘Flotilha da Liberdade’ se aproxima das águas territoriais palestinianas ao largo de Gaza, é essencial que Israel respeite o Direito internacional, incluindo as recentes ordens do Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para garantir o acesso sem entraves à ajuda humanitária”, sublinham, numa declaração.


Os peritos afirmam-se ” particularmente preocupados com a segurança dos participantes”, tendo em conta “os repetidos ataques de Israel contra missões humanitárias da ONU e civis”.

Fonte: https://www.graphic.com.gh/international/international-news/see-the-african-countries-with-the-highest-schengen-visa-rejection-rates-list.html

Artigos relacionados

Aumenta para 149 o Número de Mortos devido às Chuvas no RS

Aumenta para 149 o Número de Mortos devido às Chuvas no RS

CNN O número de pessoas mortas em consequência das chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul nas últimas duas semanas subiu para 149. De acordo com o balanço da Defesa Civil divulgado no início da noite desta terça-feira (14), o estado ainda registra 112 desaparecidos...

Primeiro-Ministro Eslovaco é Alvejado e Gravemente Ferido

Primeiro-Ministro Eslovaco é Alvejado e Gravemente Ferido

NPR PRAGA — O Primeiro-Ministro Eslovaco, Robert Fico, encontra-se em estado crítico após ter sido ferido a tiro durante um evento político na tarde de quarta-feira, de acordo com o seu perfil no Facebook. O líder 59 anos, foi atingido no estômago depois de quatro...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE