CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Geraldo C

Dezembro 8, 2022

Dezembro 8, 2022

O Presidente da Assembleia Nacional Popular(ANP) Cipriano Cassamá,  almeja  “consenso “ entre partidos políticos, admitindo que o Parlamento guineense assumirá a sua responsabilidade para “desbloquear o país”.

Em Declaração à imprensa esta quinta-feira (08.12) à saída de encontro com o presidente da República, Cipriano Cassamá  disse ter anuência de Chefe de Estado para reunir [ conjunto] de novo com os partidos políticos com assento parlamentar, na segunda-feira próxima, com vista a encontrar saída face a impasse ligado a [ caducidade] de membros de secretariado da Comissão Nacional de Eleições.


“Com anuência do chefe de Estado vou mais uma vez reunir com todos os partidos, na próxima segunda-feira, dia 12, para juntos encontrarmos uma solução para que o país possa também avançar”, anunciou Cassamá, tendo acreditando  “num consenso no quadro de maturidade politica que existe, através do diálogo”.

“Na primeira ronda dos encontros  que tive com partidos, três defendem a manutenção e outros três a renovação através de um consenso politico”, disse o Presidente do Parlamento guineense, realçando que “Os partidos são obrigados a encontrar uma solução, porque foram criados para defender interesses do país, pelo que não se pode esperar mais”.

RTB 

Artigos relacionados

FC CUNTUM NA “QUEDA LIVRE” MAIS UMA DERROTA [1-3] COM UDIB.

FC CUNTUM NA “QUEDA LIVRE” MAIS UMA DERROTA [1-3] COM UDIB.

Os Cavalos Branco de Cuntum continuam na senda de mãos resultados, desta vez caiu perante os Rapazes de Avenida[1-3]. Está terça-feira (31.01), no Complexo Desportivo de Lino Correia, em  Bissau, o jogo que contava para VI jornada de campeonato da I° liga de...

Lusofonia: Guiné-Bissau está na lista dos países mais corruptos.

Lusofonia: Guiné-Bissau está na lista dos países mais corruptos.

A Guiné-Bissau é o país de língua portuguesa pior colocado “no Índice de Perceção da Corrupção de 2022”, divulgado nesta terça-feira (31.1) pela Transparência Internacional, (TI) que analisa a situação em 180 países. Moçambique subiu cinco degraus em relação ao ano...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE