Cerca de 100 pessoas perdem a vida devido a sismo de magnitude 6.8 em Marrocos
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Setembro 9, 2023

Setembro 9, 2023

CNN

Um terramoto de magnitude 6.8 atingiu Marrocos na sexta-feira à noite, provocando a morte de pelo menos 100 indivíduos. Muitos residentes viram-se obrigados a pernoitar nas ruas devido ao que o Serviço Geológico dos EUA (USGS) indicou ser o abalo mais forte naquela região do Norte de África em mais de um século.

O sismo ocorreu pouco depois das 23h, a uma profundidade relativamente reduzida de 18,5 quilómetros, informou o USGS. O epicentro situou-se nas montanhas do Alto Atlas, cerca de 72 quilómetros a sudoeste de Marraquexe, uma cidade com aproximadamente 840 mil habitantes e um popular destino turístico.

As Forças Armadas Reais Marroquinas confirmaram a existência de cerca de 100 vítimas mortais.

“Alertamos para a necessidade de precaução e adoção de medidas de segurança, dada a possibilidade de réplicas,” escreveu o exército na plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter.

O USGS destacou que o sismo de sexta-feira foi invulgarmente forte.

“Sismos desta magnitude são pouco comuns na região, mas não inesperados. Desde 1900, não ocorreram terramotos de magnitude 6 ou superior num raio de 500 km a partir deste epicentro e apenas 9 de magnitude 5,” informou o USGS.

A entidade norte-americana prevê que “os danos sejam significativos e o desastre potencialmente generalizado”, sublinhando que muitos residentes locais vivem em estruturas “altamente vulneráveis a abalos sísmicos”.

No sábado, a televisão estatal Al-Aoula mostrou diversos edifícios colapsados perto do epicentro e reportou que milhares de pessoas abandonaram as suas casas após avisos de réplicas pelo Instituto Nacional de Geofísica do país.

Em Marraquexe, várias habitações no centro histórico desmoronaram-se e os residentes removiam os escombros manualmente enquanto aguardavam maquinaria pesada, informou Id Waaziz Hassan à Reuters.

Outro residente de Marraquexe, Brahim Himmi, contou à Reuters que viu ambulâncias a sair do centro antigo e que muitas fachadas de edifícios estavam danificadas. Relatou que as pessoas estavam assustadas e preferiam ficar na rua por receio de novos sismos.

Foi também sentido um abalo em Rabat, a capital, situada a cerca de 350 km a norte das montanhas do Alto Atlas, segundo testemunhos citados pela Reuters.

RTB/CNN

Artigos relacionados

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos, país anfitrião privilegiado do futebol africano, prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024, de 11 a 21 de abril. Esta nova competição continental promete ser uma nova coroação para o Reino, que continua a confirmar a sua liderança no domínio desportivo e o...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE