CEMGFA adverte os Fuzileiros Navais para abdicarem de criar instabilidade no país.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Setembro 13, 2022

Setembro 13, 2022

De acordo com ANG, o Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas(CEMGFA) advertiu esta segunda-feira aos fuzileiros navais para abdicarem de criar instabilidade no país.

Biaguê Na Ntan falava na cerimônia comemorativa do 53º aniversário dos Fuzileiros Navais sob lema “Fuzileiro presente no mar para combate a criminalidade Marítima e em terra para garantir a segurança interna”.

Na ocasião, acusou os Fuzileiros Navais de serem mentores de mais de cinquenta por cento dos golpes perpretrados no país, tendo afirmado a título de exemplo que o caso 1 de fevereiro foi perpetrado pelos Fuzileiros.

Biaguê Na Ntan pediu aos mesmos para lhe acompanhar na mudança de mentalidade e optar pela formação a fim de estarem mais aptos e preparados para participarem em missões de paz.

Por sua vez, o Chefe de Estado Maior da Armada(CEMA), disse que todos os percursos têm momentos altos e baixos, tendo prometido que os Fuzileiros Navais vão empenhar-se na salvaguarda dos interesses superiores da Nação no mar.

Hélder Nhanque lamentou o estado de degradação físico em que se encontra o aquartelamento da Marinha, frisando contudo esperar que o representante do Governo na cerimônia vai levar em conta as necessidades e dificuldades com que a Marinha e os Fusileiros debatem.

Revelou que o Corpo da Marinha debate com falta de meios materiais para fiscalizar as águas, afirmando que, tudo tem haver com a conjuntura do país.

Helder Nhanque aconselhou o Governo a envidar mais esforço para equipar a Marinha de Guerra.

Questionado sobre a acusação do CEMGFA de que os Fuzileiros são factor de instabilidade no país respondeu que não tem nada para contrariar ao admitir, frisando que, Biaguê Na Ntam conhece muito bem as Forças Armadas.

No final da cerimônia foram entregues certificados de louvor a cinco antigos Fuzileiros sendo quatro homens e uma mulher.

De recordar que o corpo de “Fuzileiros Navais” foi fundado em 1969 por Amílcar Lopes Cabral fundador da nacionalidade guineense, onde enviou 76 militares para a ex. União Soviética e Portugal para se formarem na área de Mar e Guerra.

RTB/ANG

Artigos relacionados

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Reunidos em cimeira extraordinária esta quinta-feira, 22 de setembro de 2022, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, os Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), decidiram impor sanções adicionais...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE