Caso Ussumane Baldé: PRS responsabiliza o governo.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Geraldo C

Janeiro 2, 2023

Janeiro 2, 2023

O Partido da Renovação Social (PRS) responsabilizou o governo pelo espancamento do Cidadão e comerciante   Ussumane Baldé, por homens armados e fardados não identificados.

“O PRS condena, com veemência, este ato brutal, bárbaro e selvatico indigno num estado de direito e democrático e expressa a sua solidariedade para com o Senhor Baldé, responsabilizando directamente o governo pela sua inacção e indisfarçável cumplicidade com esta onda de ataques contra os cidadãos indefesos. Aliás, o modus operandi do dito grupo de homens encapuçados, que não passam de milícias ao serviço do regime para implantar o estado do terror na República da Guiné-Bissau, cujo único propósito é dotar-se de um poder altamente autoritário, coercivo e intimidativo para controlar os recursos deste pais como bem entender”, Lê-se no Comunicado dos renovadores.

PRS apela a Comunidade Internacional “não só a estar atento aos sistemáticos acontecimentos violadores dos direitos humanos, mas também a agir preventivamente por forma a evitar possivel caos, porquanto os sucessivos apelos e condenações não têm surtido os efeitos desejáveis e nem parecem incomodar o regime”.

O PRS apela a todos os cidadãos patriotas “para se erguerem”, desde já, “para uma frente comum”, considerado que “as conquistas democráticas estão fortemente ameaçadas pelo poder instalado que, definitivamente, teima em semear o terror no nosso pais”.

//RTB

Artigos relacionados

Lusofonia: Guiné-Bissau está na lista dos países mais corruptos.

Lusofonia: Guiné-Bissau está na lista dos países mais corruptos.

A Guiné-Bissau é o país de língua portuguesa pior colocado “no Índice de Perceção da Corrupção de 2022”, divulgado nesta terça-feira (31.1) pela Transparência Internacional, (TI) que analisa a situação em 180 países. Moçambique subiu cinco degraus em relação ao ano...

Guiné Equatorial: Governo demite-se em bloco.

Guiné Equatorial: Governo demite-se em bloco.

O Governo da Guiné Equatorial apresentou a sua demissão esta segunda-feira, 30 de janeiro, durante o Conselho de Ministros realizado no Palácio do Povo. A informação é avançada pelo site do partido equato- guineense PDGE. Trata-se do primeiro passo oficial para a...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE