Camponeses guineense ameaçam transportar castanhas de caju para o senegal
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 29, 2022

Abril 29, 2022

Associação Nacional de Camponeses da Guiné-Bissau ameaça transportar as suas castanhas de caju para República vizinha de Senegal, caso não foram respeitadas os preços básicos anunciadas pelo governo para comercialização da castanha de caju fixado em 375 francos cfa.

A ameaça da organização foi transmitida esta sexta-feira (29), pelo seu presidente durante uma entrevista à Rádio Sol Mansi sobre a situação da comercialização da castanha de caju deste ano.

Upá Vicente Gomes afirma que os camponeses estão a ser prejudicados pelo próprio estado.

“Percebemos que o estado está a prejudicar a população camponesa, e neste caso vamos avisar o governo a agilizar para que a castanha de caju possam ser compradas no preço anunciado, senão, vamos tomar a medida de transportar as nossas castanhas para o país vizinhos”, avisou.

Na mesma entrevista, Upá Vicente Gomes, apela a todos os camponeses do país a diversificar produção agrícola.

“É bom diversificarmos a nossa produção porque caju já está a perder a sua qualidade e cada vez mais estamos a ser prejudicados durante a campanha de comercialização”.

As organizações que atuam no sector do caju continuam a exigir o respeito a preço de comercialização de castanho estipulado pelo governo.

RTB – RSM

@TIDJANE CANDE

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.