Bissau: A Chefe da diplomacia guineense realça a importância da realização do Conselho de Mediação e Segurança da CEDEAO.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Geraldo C

Julho 5, 2023

Julho 5, 2023

Suze Carla Barbosa falou esta quarta-feira, 05.07.2023, na abertura da 50ª Sessão do Conselho de Mediação e Segurança a nível dos Ministros.

É uma honra para o Estado da Guiné-Bissau e o seu humilde Povo-acolhedor receber grandes e ilustres dirigentes da nossa Comunidade e personalidades de referência internacional num momento tão importante e particular que a nossa Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental está a viver”, afirmou.

A Quinquagésima Sessão do Conselho de Mediação e Segurança tem também um significado especial, por ser a primeira vez que um evento dessa magnitude está a ser realizado num país de língua portuguesa. A agenda desta reunião inclui a análise do relatório do Conselho de Mediação e Segurança pelos Embaixadores, bem como vários memorandos relacionados com o processo de Transição e Restauração da ordem constitucional. Também serão discutidos a ativação da Força de Alerta da CEDEAO, a situação das Missões de Estabilização da CEDEAO e os impactos sobre a situação humanitária na região.

Disse “Durante os 12 meses da presidência da Guiné-Bissau, testemunhamos e promovemos o engajamento e os esforços coletivos das instituições da nossa sub-região, juntamente com os nossos parceiros estratégicos, na estabilização e restauração dos valores e princípios democráticos. Isso foi alcançado através de várias iniciativas de diplomacia preventiva e diálogo, que são condições essenciais para a restauração da paz e segurança, visando garantir o desenvolvimento e o bem-estar das nossas populações”.

Suze Carla Barbosa, igualmente presidente deste conselho, agradeceu a todos pelo apoio e suporte incondicional que têm dado à Presidência Guineense da CEDEAO ao longo dos 12 meses.

“Apesar de alguns avanços locais notáveis – como as missões de estabilização na Guiné-Bissau e na Gâmbia – a realidade mostra que ainda há muito a ser feito em relação aos compromissos políticos assumidos para estabilizar a nossa sub-região e garantir segurança e paz duradouras”, afirmou. Por outro lado, destaca o exemplo da contínua e crescente perturbação violenta causada pelo terrorismo, insegurança e extremismo violento, principalmente nos países em transição política, como Burkina Faso, Mali e Guiné.

Ainda em relação à Comissão da CEDEAO, na pessoa do seu Presidente, Dr. Omar Touray, e sua equipa, e ao Presidente da República da Guiné-Bissau e Presidente da Autoridade da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, Umaro Sissoco Embaló, pela sua influente liderança, foram expressos elogios positivos pelos processos de transição política e pela criação de condições operacionais para o acompanhamento dos processos eleitorais, garantindo a realização de eleições pacíficas, livres e transparentes.

Àqueles que se encontram em países em transição política, Suze Barbosa reafirma que o único caminho é respeitar o compromisso político assumido no âmbito das diretrizes superiores das Cimeiras de Chefes de Estado e de Governo, cumprindo os calendários de transição através de processos de inclusão política, a fim de restaurar os valores da democracia e da liberdade, respeitando assim os princípios fundamentais estabelecidos pelos fundadores da organização sub-regional.

//RTB

Artigos relacionados

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024

Marrocos, país anfitrião privilegiado do futebol africano, prepara-se para organizar o CAN Futsal 2024, de 11 a 21 de abril. Esta nova competição continental promete ser uma nova coroação para o Reino, que continua a confirmar a sua liderança no domínio desportivo e o...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE