Agitação no PAIGC
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Agosto 1, 2022

Agosto 1, 2022

A fotografia tirada na sede da campanha do candidato a liderança do PAIGC, Martilene dos Santos provoca agitação no seio dos libertadores e, leva a substituição do Secretário para Assuntos Jurídicos, Parlamentares e Governação do PAIGC, Nelson Sano.

O Conselho Nacional de Jurisdição_ tribunal do partido já ouviu quatro dirigentes do B. P. (Órgão máximo do partido e das estruturas regionais) identificados na fotografia, nomeadamente, Nelson Sano, Secretário para Assuntos Jurídicos, Parlamentares e Governação, Abulai Indjai da Comissão Política de Quinará, Mário Musante, Presidente da Comissão Política do Setor Autónomo de Bissau ( maior estrutura do partido) e Seco Cotê da Comissão Polícia do SAB.

Segundo fontes, os motivos da audição tem a ver com aquilo que o Conselho Nacional de Jurisdição chama de reuniões secretas, sem uma prévia autorização da Direcção do PARTIDO.

Perante a gravidade da situação, a mesma fonte, questiona sobre os direitos e as liberdades dos militantes, consignados nos ESTATUTOS DO PARTIDO.

Um dos dirigentes ouvido, exibiu fotografias, onde o Presidente cessante, Domingos Simões Pereira, também solicitou o apoio desses mesmos dirigentes para a sua recandidatura à um terceiro mandato, sem sucesso. Uma vez que, os mesmos manifestaram as suas reservas para o efeito, que terá causado a fúria junto do mesmo, depois de ver pelas fotos uma demonstração clara das opções desses camaradas.

O grupo denuncia aquilo que chama de perseguição política, intimidação e violação dos direitos e liberdades dos militantes, com único objetivo de silenciar os opositores ao terceiro mandato.

Os militantes e dirigentes que participaram nas reuniões de concertação com o candidato Martilene dos Santos dizem estar determinados em continuar com a luta interna até a concretização dos objectivos.

Os quatro militantes e dirigentes ouvidos pela Conselho Nacional de Jurisdição são membros do Bureau Político do PAIGC e, garantem respeitar os trâmites normais do processo iniciado e só depois recorrer a justiça para fazer valer os direitos de militância, se se justificar.

A fonte assegura que, o grupo perspetiva realizar uma conferência de imprensa ainda esta semana, para denunciar aquilo que considera de perseguições e desmandos da direcção cessante, cujo Presidente é um dos concorrentes no décimo congresso ordinário.

A reunião magna dos libertadores foi marcada e adiada várias vezes, devido a pandemia de Covid-19 e a providência cautelar na sequência das lutas internas.

RTB

Artigos relacionados

Ansumane Djassi é o novo governador da região de Bafatá

Ansumane Djassi é o novo governador da região de Bafatá

O engenheiro agrónomo Ansumane Djassi Foi empossado hoje (18.08), novo Governador da região de Bafatá. A cerimônia de tomada de posse contou com a presença de algumas entidades públicas e religiosas da Região. O recém-empossado prometeu trabalhar em colaboração...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.