QUADRA FESTIVA DE PÁSCOA: Comissariado nacional da polícia da ordem pública da mobiliza 2500 efectivos
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Mamasamba Balde

Abril 15, 2022

Abril 15, 2022

Comissariado Nacional da Polícia de Ordem Pública, anunciou que foi mobilizado cerca de 2500 efectivos preparados para assegurar o festejo da Páscoa em todo território nacional a partir desta sexta-feira até próxima segunda-feira. Na qual pede aos cidadãos guineenses em geral o respeito e considerações para com os planos operacionais composto por, Guarda Nacional, Policia da Ordem Publica e serviço nacional de protecção civil.

Em conferência de imprensa realizada esta sexta feira (15/04), Adjunto Comissário Nacional da Ordem Publica, para área de Operações e segurança, Salvador Soares, apelou a camada juvenil para evitarem de levar matérias cortantes nos locais de diversões.

“… E assim como jovens para evitarem de usar materiais cortantes (facas, laminas) e entre outros cortantes no meio das pessoas, e quem tentar fazer desordem, o sujeito passará os restos dias da sua festa de Páscoa numa das esquadras de polícia”, avisou Salvador Soares.

Em relação aos condutores das viaturas nas vias públicas, Salvador Soares, aconselhou os mesmos para evitarem de consumir o álcool e de aumentar lotações.

“Aos condutores sobretudo, evitem de pôr lotações a mais, e tão pouco a hora que estão bêbados evitem de pegar no volante do carro, este foi apelo que temos para os condutores e também para respeitarem o código de estradas” apelou Soares.

De acordo com Comissariado Nacional da Policia de Ordem Pública a nível nacional,o país tem 4 comandos por diferentes zonas, das quais, o comando número um quer para ordem pública e Guarda Nacional tem a ver com o sector Autónomo de Bissau e Região de Biombo, por enquanto o comando número dois responsabiliza da zona Norte, e comando número três para zona leste e número quatro para a zona sul.

Jornalista Bacar Mané

//RTB

Tidjane Cande

Artigos relacionados

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

O Presidente da Assembleia Nacional Popular(ANP) Cipriano Cassamá,  almeja  “consenso “ entre partidos políticos, admitindo que o Parlamento guineense assumirá a sua responsabilidade para “desbloquear o país”. Em Declaração à imprensa esta quinta-feira (08.12) à saída...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE