Governo já tem materiais para o início do processo eleitoral
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Junho 20, 2022

Junho 20, 2022

O governo da Guiné-Bissau garantiu, hoje, que já dispõe de materiais necessários para o início do recenseamento eleitoral no país. A data marcada para as legislativas é 18 de Dezembro de 2022
A garantia foi dada, esta segunda-feira, pelo ministro das Financeiras durante a conferência de imprensa sobre as conclusões da reunião do conselho da Administração do FMI.

Uma das missões do executivo da iniciativa presidencial é organizar as eleições em 18 de dezembro como é fixado pelo Presidente da República.

João Aladje Fadia, ministro das finanças, disse que o executivo vai assumir todo o processo de recenseamento eleitoral que foi orçado em 4.5 mil milhões de francos CFA em que os materiais já foram pagos e falta para chegar à Bissau.

Em relação à conjuntura mundial provocada pela guerra na Ucrânia a que o Fundo Monetário Internacional tem alertado a Guiné-Bissau.

O ministro das Finanças, Aladje Fadia, disse que o país está ajustado e enfrentado com a situação à medida que está prevalecendo.

O governante disse também que as perspetivas económicas são boas na Guiné-Bissau na medida em que a campanha de comercialização da castanha de caju está a decorrer normalmente.
Nas conclusões, o Fundo Monetário Internacional pediu à Guiné-Bissau a implementação rápida de reformas para melhorar o clima de negócios, governação e transparência.

No entanto, ainda hoje, durante a mesma conferência de imprensa, o primeiro-ministro anunciou a retoma do programa financeiro com o Fundo Monetário Internacional (FMI), ao abrigo da facilidade de crédito alargado.

Nuno Gomes Nabiam disse que há seis (6) anos que o FMI não apreciava nenhum dossier da Guiné-Bissau, perante este fato já estão aberto o caminho para iniciar as negociações para um programa financeiro ao abrigo da facilidade de crédito alargado.

O chefe do governo disse que a partir deste momento, estão lançadas as bases para o desenvolvimento da Guiné-Bissau dado o apoio que irá receber do FMI.

//RTB- RSM

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.