USE afirma existir separação de poderes

USE afirma existir separação de poderes

O chefe de estado guineense afirmou que no país existe separação de poderes e que não há ditadura.

Umaro Sissoco Embaló disse também que não vai permitir desordem, porque os partidos não são propriedade de ninguém.

Estas declarações surgiram na sequência de apelos à demissão do procurador da República, Fernando Gomes, após Domingos Simões Pereira, líder do PAIGC ter sido impedido de sair do país.

Entretanto, Sissoco Embaló salientou que não é da competência dos Imames a marcação da data de reza islâmica, mas sim das autoridades que governam o país.

Para o presidente da República, o poder está acima da religião, porque quem representa “Deus” no planeta terra são as autoridades.

Segundo a Rádio Jovem, Embaló falava aos jornalistas no final da cerimónia do posse do novo presidente do Tribunal de Contas, que decorreu na Presidência da República.

O governante congratulou-se com a decisão do governo, através do Ministério da Função Pública, que decidiu fixar a data de reza de Tabaski no passado dia 21 de Julho.

De sublinhar que,  a Comunidade Islâmica do país voltou a divergir este ano a cerca do dia da reza de Tabaski, facto que obrigou a intervenção do executivo.

VJ

Redação

Redação