Trabalhadores da EAGB suspendem a greve após chegar acordo com Administração

Trabalhadores da EAGB suspendem a greve após chegar acordo com Administração

Os funcionários da empresa de Eletricidade e Águas da Guiné-Bissau (EAGB) anunciaram esta quarta-feira suspender a greve, após o sindicato e a direção terem chegado a um acordo.

No documento distribuído à comunicação social, o sindicato de base e a EAGB assinaram um memorando de entendimento, que suspendeu a greve e no qual a empresa de comprometeu a pagar 20 meses de salários em atraso, a fazer os reajustes salariais e a pagar os montantes devidos à segurança social e as quotas sindicais.

Os trabalhadores da EAGB iniciaram hoje a greve em protesto contra o que consideraram ser abusos e violações do patronato.

O sindicato exigia, entre outros, a suspensão imediata dos impostos recentemente introduzidos no salário dos trabalhadores, reajustes salariais, atribuição aos trabalhadores de 40 por cento das ações da empresa, pagamento de salários aos trabalhadores que recentemente entraram na empresa, o pagamento de 37,5 meses de salários em atraso, bem como o pagamento da segurança social.

VJ

Redação