Presidente do Tribunal Penal Internacional (TPI) pede ao chefe de Estado guineense  a ratificação do Estatuto de Roma
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 19, 2022

Abril 19, 2022

O Presidente do Tribunal Penal Internacional (TPI) Piotr Hofmanski pediu  hoje ao Chefe de Estado guineense a ratificação do Estatuto de Roma, que cria a instituição.

O pedido foi revelado por Piotr Hofmanski à imprensa, a  saida de um encontro com o Presidente Umaro Sissoco Embaló, no âmbito de uma visita que efectua ao país.

Disse que o Chefe de Estado guineense Umaro Sissoco Embaló prometeu analisar o pedido com outros orgãos de soberania.

Hofmanski sustentou o seu pedido com o facto de a Guiné-Bissau e Togo serem os dois Estados membros da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) que ainda não fazem parte do TPI.

Disse que a ratificação do Estatuto de Roma  pela Guiné-Bissau será um sinal de trabalho de forma engajada para garantir a paz, segurança e o estado de direito no país.

“Se o país ratificar o estatuto de Roma os magistrados guineenses poderão  trabalhar no TPI”,disse Piotr Hofmanski.

//RTB- ANG

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.