Pedro Pires lança obra Memórias da luta anticolonial na Guiné-Bissau e Cabo Verde.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Abril 1, 2022

Abril 1, 2022

Antigo combatente da Independência da Guine Bissau e Cabo Verde lançou ontem na Cidade da Praia obra Memórias da luta anticolonial na Guiné-Bissau da construção da República Cabo Cabo-verdiano.
Autor espera conseguir internacionalizar a história dos dois países com o livro.

Comandante Pedro Pires “Memória da luta anticolonial em Guiné-Bissau e da construção da republica de Cabo Verde”

O Comandante Pedro Pires no centro das operações que ditaram espaço importante na luta da libertação da Guine-Bissau e Cabo Verde. Antigo chefe de Estado cabo-verdiano, destaca a sua coragem.

“O percurso na luta armada na Guiné, o algo que faz parte da minha vida e faz parte do meu percurso. E como é que está na base de tudo quase.”

A destacar também dois momentos importantes segundos apresentadores de obra. O primeiro, o empenho de Pedro Pires em conseguir o apoio militar da União Soviética de outros países sem hipotecar o futuro da Guiné-Bissau e Cabo Verde. O segundo, a diplomacia do comandante com o presidente de Portugal na altura, o General Spínola. Para o autor do livro, esta é uma oportunidade internacionalizar a história dos dois países.

“Que é uma forma de levar ao Brasil a luta dos países africanos pela sua independência durante a luta da libertação. Enfim, os governos brasileiros interessados muito pouco pela que fazíamos. E agora levamos essa experiência ao Brasil. Aí está o seu interesse do ponto de vista da história.”

Obra Foi resultado duma conversa entre Pedro Pires e a Fundação Getúlio Vargas, uma instituição brasileira privada de ensino superior e tem mais de duzentas páginas.

RTB/RTPA

Artigos relacionados

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

CNE: ANP admite assumir responsabilidade caso não haja consenso.

O Presidente da Assembleia Nacional Popular(ANP) Cipriano Cassamá,  almeja  “consenso “ entre partidos políticos, admitindo que o Parlamento guineense assumirá a sua responsabilidade para “desbloquear o país”. Em Declaração à imprensa esta quinta-feira (08.12) à saída...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE