Ministro da Administração Territorial preocupado com demora dos materiais para arrancar de recenseamento
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Junho 17, 2022

Junho 17, 2022

O ministro da Administração Territorial e Poder Local disse estar preocupado com a demora dos matérias para o arrancar do processo de recenseamento eleitoral no país, com vista a realização das legislativas previstas para 18 de Dezembro próximo.

Fernando Gomes que falava à imprensa no final da visita que efectuou ao Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE) disse que é necessário equipar esse organismo com todos os meios para que possa iniciar o processo.

Segundo Gomes, a GTAPE dispõe de Kits suficientes mas depara-se com falta de impressoras.

“ Os técnicos são muito capazes, experientes, mas faltam meios, por isso como ministro vou encetar contactos de alto nível, no sentido de comunicar ao governo sobre a situação que constatei aqui no GTAPE”, garantiu.

Fernando Gomes disse que está preocupado, porque o GTAPE é que trata da parte operacional e é necessário que tenha meios para que possa fazer um trabalho num prazo recorde.

“Vamos fazer o máximo esforço para resolver essa questão. Não é fácil com este condicionalismo, porque entramos na época da chuva e se os materiais não chegarem a tempo ? Vamos imaginar o mês de Agosto onde a chuva cai com mais intensidade… isso vai ser complicado. Sou optimista e acredito que se vai encontrar uma solução”, afirmou.

Segundo o ministro, o governo já pagou os materiais necessários à empresa que deve os produzir, e agora aguarda-se pela sua chegada.

Interrogado se o recenseamento vai ser de raíz, disse que foi essa a decisão politica.

Questionado se vai ser preciso apoio financeiro, o ministro disse que sim, mas não na totalidade, porque o governo tem no Orçamento Geral o necessário para realização das eleições.

//RTB_ANG

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.