Idriça Djaló denuncia alegada existência de valas comuns em Cumeré.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Outubro 18, 2022

Outubro 18, 2022

O líder do partido da Unidade Nacional, denunciou hoje a alegada existência de valas comuns perto do aquartelamento de Cumeré no norte do país.

Em conferência de imprensa para falar da situação política e social da Guiné-Bissau, Idriça Djaló afirmou que foram encontrados vários corpos recentemente e apela a um esclarecimento do chefe de Estado Maior general das Forças Armadas, Biaguê Na N’Tan.

“Neste momento tenho uma informação, quero que o General Biaguê Na N’Tan o confirme, se é verdade que a torna pública. China ofereceu vários materiais às Forças Armadas da Guiné-Bissau e os materiais estão em Cumeré. Quando estavam a procura de um lugar para Parquear aquelas máquinas, encontraram terreno em frente ao aquartelamento de Cumeré, e para limpar o espaço, encontraram valas comuns, onde há várias pessoas que foram fuziladas. Vocês, jornalistas, vão perguntar os populares daquela zona. Muitos inocentes lá foram fuzilados sem julgamento.”

Djaló pediu ainda o envolvimento de Portugal para ajudar na identificação dos corpos, porque acredita que os fuzilamentos tenham acontecido logo após a independência.

Artigos relacionados

JOVENS DA GUINÉ -BISSAU QUE DESAPARECERAM DE ESTÁGIO JÁ APARECERAM Os rapazes estavam em Portugal por conta da participação no Torneio Luso Cup e...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE