Frente comum ameaça entregar pré-aviso de greve em maio
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 26, 2022

Abril 26, 2022

A Frente Nacional de Professores e Educadores (Frente Comum) ameaçou esta terça-feira, 26 de abril de 2022, entregar ao governo um pré-aviso de greve no próximo dia 10 do mês de maio, caso não haja pagamento de salários aos novos ingressos colocados no ano letivo 2021/2022.

Em conferência de imprensa, Seni Djassi, porta-voz da Frente Comum, revelou que os novos ingressos estão há sete meses sem salários. Outra exigência tem a ver com o cumprimento da implementação do estatuto da cadeira docente, reposição do dinheiro da carga horária subtraído aos professores e o pagamento das dívidas em atraso.

“Se até 10 de maio o governo não reagir, a Frente Comum entregará um pré-aviso de governo no dia 11 de maio”, referiu e disse que os professores novos ingresso colocados no interior do país estão numa situação deplorável, tendo alertado que pondera, para além de greve, avançar com manifestações pacíficas e vigílias.

Seni Djassi criticou o processo de recenseamento na Função Pública e considerou o processo “estranho”.

“Se fosse um trabalho transparente e de boa-fé que visa conhecer o número exato de funcionários públicos em ativos, a União Nacional dos Trabalhadores da Guiné- Central Sindical (UNTG-CS) deveria ser convidada para acompanhar e fiscalizar o processo.

//RTB

Por: Tidjane Cande

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.