Estados Unidos prometem apoiar na estabilização da Guiné-Bissau
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Tidjane Cande

Abril 20, 2022

Abril 20, 2022

O novo Embaixador dos Estados Unidos da América para a Guiné-Bissau e Senegal, Michael Raynor, prometeu trabalhar com as autoridades para a “estabilização” da Guiné-Bissau, bem como no investimento para o “bem-estar do povo”.

O diplomata norte-americano falava aos jornalistas esta quarta-feira, 20 de abril de 2022, depois da entrega de “Cartas Credenciais” ao Chefe de Estado, Umaro Sissoco Embaló.

Michael Raynor, com residência em Dakar (Senegal), substitui o antigo Embaixador Tunilabo Salama Mushingi, que agora está em Angola.

A Embaixada dos Estados Unidos fechou as suas portas no país desde o conflito político-militar de 07 de junho de 1998, passando a funcionar a partir de Dakar e com apenas um escritório de representação em Bissau.

“Foi uma honra estar na Guiné-Bissau para apresentar as “Carta Credenciais” ao Presidente da República. Já tive o privilégio de visitar a Guiné-Bissau há vários anos, portanto é um prazer voltar agora como Embaixador dos Estados Unidos”, contou.

Raynor afirmou que a Guiné-Bissau e os Estados Unidos partilham muitos valores e muitas prioridades.


“Os Estados Unidos também podem apoiar a estabilização do país e no investimento para o bem-estar do povo da Guiné-Bissau, portanto estamos disponíveis a colaborar nesta parceria que espero aprofundar cada vez mais”, frisou.

Questionado se abordou com o Chefe de Estado a questão dos direitos humanos e a liberdade de imprensa no país, que foi muito criticada no relatório do departamento do Estado norte-americano, Michael Raynor respondeu que o assunto não foi o tema do encontro de hoje.

Refere-se que para além do Embaixador dos Estados Unidos de América, o chefe de Estado recebeu ainda “Cartas Credenciais” de quatro outros Embaixadores e todos com a residência em Dakar, nomeadamente: Mohammad Hossein Mirzaaghaei Chalaksarei, Embaixador do Irão, JiJoon Kim, Embaixador da Coreia do Sul, Mabel Gómes Oliver, Embaixadora do México e o Embaixador da Etiópia, Melaku Legesse Gebrehiwot.

//RTB – democrata

Por: Tidjane Cande

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.