Estado diz ter optado pela extinção da empresa Armazéns do Povo.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Abril 1, 2022

Abril 1, 2022

Guiné Bissau, estado diz ter optado pela extinção da empresa luso-guineense Armazéns do Povo, privatizada desde 1992.

Hoje em conferência de imprensa, o ministro das Finanças disse que esta decisão é soberana do Estado guineense, e motivada por várias razões, como a falta de cumprimento da missão da empresa, má gestão e prejuízos ao Estado.

Em conferência de imprensa conjunta com a ministra da Justiça e Direitos Humanos, o ministro das Finanças, disse que o governo decidiu extinguir a empresa luso-guineense, Armazéns do povo por falta do cumprimento da sua missão.

João Aladje Mamadu Fadia, disse que agora a empresa vai à liquidação. Aos jornalistas, o governante disse que desde 1992 a empresa só deu sinal de existência entre 2019 a 2020.

“A empresa deixou nesse período em que fez importações, deixou uma dívida ainda por pagar nas alfândegas de mais um bilhão de fcfa. Isso traduzida em números mais de um milhao e meio de euros. portanto, a empresa praticamente não tem atividades.”

O ministro das Finanças falou da má gestão e prejuízo grave ao estado guineense. Afirmou que, em termos da contribuição industrial, a empresa não ultrapassou os 5 mil euros em que deu sinais de vida.

O governante disse ainda que o estado, apesar de ser acionista, não tem representante no Conselho de Administração. Falou de conflitos de interesse que o presidente do Conselho de Administração faz negócio com a sua própria empresa.

RTB/RTP

Artigos relacionados

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes Nabiam reeleito como novo presidente de APU-PDGB

Nuno Gomes NABIAM foi reeleito este domingo, como novo presidente da Assembleia do Povo Unido — Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), com 944 votos que correspondem a 95 por cento, para mais um mandato de quatro anos.O segundo mais votado, Agostinho Sanhá,...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.