“ Em nunhuma circunstâncias irei negociar a minha liberdade “. DSP
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Setembro 6, 2022

Setembro 6, 2022

O líder do Partido Africana para a Independência da Guiné e Cabo Verde admitiu que nunca vai negociar a sua condição de liberdade e que viaja como um “cidadão livre”.

A Declaração foi transmitida esta terça-feira (06.09) aos jornalistas no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira em Bissau pelo Domingos Simões antes da sua partida a Lisboa, Portugal.

“Achei que era muito importante dizer que eu viajo como um homem livre e não há nada que pende sobre mim, ou seja, em nenhum circunstância e nenhuma condição eu irei negociar a minha condição de liberdade. Vou enquanto um homem livre e espero regressar como um homem livre para continuar a batalhar para que todos os guineenses tenha o direito e a oportunidade aquilo no qual acredita”, afirmou.

Domingos Simões Pereira que na semana passadafoi impedido viajar por uma ordem judicial. Interpelado sobre autorização judicial que permitiu a sua viagem para a capital portuguesa, o líder dos libertadores “desvalorizou o assunto, continuando a insistir no componente político sobre a matéria em causa”.

O antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau entre 2014 e 2015, igualmente, presidente do PAIGC garantiu que vai continuar a “defender os princípios da liberdade e dos direitos fundamentais dos cidadãos”.

RTB

Artigos relacionados

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Nova Iorque: CEDEAO decide impor sanções contra a Guiné Conakry

Reunidos em cimeira extraordinária esta quinta-feira, 22 de setembro de 2022, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, os Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), decidiram impor sanções adicionais...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE