CONAEGUIB acusa governo de pouca vontade política na reabilitação do liceu Nacional Kwame N’krumah.
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Junho 7, 2022

Junho 7, 2022

A Confederação Nacional das Associações Estudantis da Guiné-Bissau (CONAEGUIB) acusa o governo de pouca vontade política para a reabilitação do liceu nacional Kwame N´Krumah.

O presidente da organização juvenil esteve de visita no referido liceu que atualmente está em ruína e o facto motivou a suspensão das aulas porque os alunos e os professores correm o risco de vida.

Aos jornalistas, Braima Darame disse que estão a estudar as estratégias para pressionar o governo a tomar uma medida urgente para a reabilitação deste que é o maior liceu público do país.

Liceu Nacional Kwame N’krumah rm Bissau

“ Depois de várias comunicações do director, entendemos, enquanto estrutura central dos estudantes que é uma obrigação visitar e articular em conjunto com o director para ver a possibilidade de pressionar os governantes porque têm informações desta situação (..) o que falta é a vontade política de reabilitação desta infra-estrutura”, acusou.

O presidente da associação dos pais e encarregados da educação do mesmo liceu, Abdu Indjai, disse que todos os anos, os alunos pagam a propina que ronda os 750 milhões de francos cfa. Diante desta situação, os pais querem que o dinheiro seja revertido para a reabilitação do liceu público.

“Notificamos o governo que o próximo ano lectivo vai funcionar nesta casa já remodelada porque pagamos as propinas em todos estabelecimentos públicos a partir do 7º ano de escolaridade.

Provavelmente, pagamos mais de 750 milhões francos cfa por ano como propinas nas escolas, esse valor deve ser revertido para a reabilitação das infra-estruturas degradadas” avisou, acrescentando que “se o governo não possuir outras receitas para melhorar a situação das escolas, vamos exigir o dinheiro que colocamos junto do governo para que seja revertido na recuperação desta infra-estrutura”.

O diretor do liceu não deu data exacta para o início da obra. Tinha dito á RSM que as obras eram orçadas em 317 milhões de francos cfa e o valor é quase a metade do montante pago anualmente pelos alunos.

RTB/RSM

Artigos relacionados

Caso Marcelino Intupe: MADEM G-15 chama atenção.

Caso Marcelino Intupe: MADEM G-15 chama atenção.

O Movimento para Alternância Democrática ( MADEM G-15) convidou as autoridades nacionais para “o respeito das leis da República” e que garantem a segurança e proteção aos cidadãos. A posição do MADEM G-15 foi esta sexta-feira (02.12) expressa no Comunicado à imprensa...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE