“A finalidade do PAIGC é trabalhar para o povo da Guiné-Bissau” – Manuel dos Santos
© Radio TV BantabaAll Rights Reserved

Por: Redação

Maio 30, 2022

Maio 30, 2022

O dirigente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) que deverá encabeçar a delegação negocial do mesmo partido para o governo de iniciativa presidencial disse que a finalidade do seu partido é trabalhar para o Povo da Guiné-Bissau, e se têm que fazer algumas cedências para o efeito as farão.

Manuel dos Santos vulgo Manecas, fez estas declarações em entrevista a DW África , sobre se o partido não teme que possa suscitar críticas, nomeadamente de alguma incoerência, uma vez que o PAIGC tem-se pautado por uma posição bastante crítica relativamente ao Presidente guineense e está em permanente rota de colisão com Sissoco, ao integrar agora um governo de iniciativa presidencial.

Manuel dos Santos – Dirigente do PAIGC

Dos Santos acrescentou que o líder do mesmo partido quando saiu do encontro com Sissoco Embaló disse claramente que os interesses do país estão acima da necessidade que ele tem de preservar a sua imagem e da eventual “falta de coerência” de que podem ser acusados.

Perguntado sobre a sua impressão após o encontro com o Presidente da República, respondeu que saíram com uma impressão de que há uma mudança por parte do Presidente e há uma certa distensão no clima, e diz pensar que, é bom para poderem chegar a um entendimento que viabilize a próxima legislatura e que ponha o país em melhores circunstâncias.

O veterano da luta defendeu a presença razoável no governo, no qual vai tomar decisões importantes sobre os problemas que houve recentemente, sobre a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o recenseamento eleitoral e todo o processo eleitoral.

Sustentou que, caso vieram a integrar ao referido governo, as prioridades do partido são de querer dar uma contribuição para melhorar a situação geral do país, tendo em conta a experiência que tem, e preparar para a próxima legislatura, nomeadamente, atualizar o recenseamento de eleitores, mudar a direcção da CNE e todo o staff e realizar as próprias eleições.

Manecas dos Santos disse também que a prticipação do seu partido no governo de iniciativa presidencial se deve ao fim da Xª Legislatura e para isso devem preparar para a XIª.

“Isso envolve recenseamentos eleitorais, eleições e uma CNE que hoje não existe. Portanto, achamos que o PAIGC não pode estar ausente desta preparação das próximas eleições, e pode dar uma contribuição positiva no melhoramento da situação geral da populações aqui no país”, disse.

Sublinhou que vão negociar a entrada, e em princípio, a delegação negociqal vai ser chefiada por ele e que vai sentar com os representantes do governo para ver qual será a distribuição dos pelouros do Estado que vão caber ou não ao partido libertador.

RTB/ANG

Artigos relacionados

Caso Marcelino Intupe: MADEM G-15 chama atenção.

Caso Marcelino Intupe: MADEM G-15 chama atenção.

O Movimento para Alternância Democrática ( MADEM G-15) convidou as autoridades nacionais para “o respeito das leis da República” e que garantem a segurança e proteção aos cidadãos. A posição do MADEM G-15 foi esta sexta-feira (02.12) expressa no Comunicado à imprensa...

0Comentarios

0 Comments

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE